terça-feira, 8 de agosto de 2017

Domingo de boa música para o público de Teresópolis


Projeto Cultura de Raiz - Foto: PMT

Zé Luís na zabumba, Zé Lopes na sanfona e até Zé Futrica no canto e na galhofa. Em homenagem ao Mês do Folclore, o “Cultura de Raiz” deste domingo, dia 06/08, na Casa de Cultura Adolpho Bloch, prometeu “bombar” e “bombou”. A música de raiz feita pelos músicos da cidade e convidados de municípios vizinhos sempre atraiu tanto os próprios artistas quanto uma numerosa plateia. Todos presenteados com o já tradicional lanchinho da manhã.

Claro que nem só de “Zés” vive o projeto que completou oito anos no início de 2017. Ivanil Rezende tocou e cantou um clássico da MPB de sotaque nordestino, “Táxi Lunar”, de Geraldo Azevedo e Carlos Fernando. E antecipando as homenagens ao Dia dos Pais, no próximo domingo, 13 de agosto, Moacir Rosa e Luís Carlos tocaram e cantaram “Couro de Boi” e “Meu Velho Pai”, falando primeiro do filho desnaturado e, depois, do filho dedicado. Amado Rodrigues também fez sua homenagem tocando e cantando “O Velho Pai”. Paulo Medeiros, Eraldo, Clotilde, Adão Curió, Julião e outros habituês bateram ponto.

Como Félix do Forró & Trio (Genaro na zabumba, Tião no triângulo e Ademir no violão), que apresentaram duas músicas de autoria de Félix, as animadas “Vem Pra Cá Meu Bem Querer” e “Vou Beber Até Cair”. Enfim, com apresentação da atriz e conselheira estadual de Cultura, Nara Zeitune, e produção de Eliana Resende, o programa foi divertido.

Coral de advogados no “Música na Matriz”

Na Igreja Matriz de Santa Teresa, às 16h do mesmo domingo, 06 de agosto, o Coral da Ordem dos Advogados do Brasil/secional São Gonçalo (RJ), formado por advogados, amigos, parentes e pessoas daquela comunidade vizinha a Niterói, encantou pela simpatia de todos, em especial do Maestro Josias Freitas, que introduzia as canções com comentários bem-humorados. Quando foi executada a sexta canção, “Fascinação”, por exemplo, alguns homens do coral tiraram senhoras da plateia para dançar! Falando em público, na plateia estava o Presidente da OAB/São Gonçalo, Dr. Eliano Enzo da Silva, que foi prestigiar a apresentação.

Criado em 2015, o coral se apresentou em Teresópolis com 16 vozes (11 mulheres e cinco homens), o maestro e a tecladista Kezia Zilli Redua. Segundo sua coordenadora e uma das vozes femininas, a Dra. Graça Regina Alves de Souza, o Coral — regido por Josias Freitas desde a sua fundação — é a realização de um sonho dela, que não mediu esforços para concretizá-lo. Em seu primeiro ano de existência, já se apresentou em diversos locais, mas o maestro confessou: “Ficamos deslumbrados com o que vimos pela estrada, vindo para cá. Teresópolis é linda”, afirmou Josias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário